Quinta, 26 de Novembro de 2020 01:41
75 99918-2521
Dólar comercial R$ 5,32 -1.03%
Euro R$ 6,34 -0.77%
Peso Argentino R$ 0,07 -1.12%
Bitcoin R$ 100.826,88 -5.77%
Bovespa 110.132,53 pontos +0.32%
Economia Coronavírus:

Coronavírus: prejuízo do comércio na Bahia pode chegar a R$ 108 milhões por dia

Estimativa foi calculada com base no fechamento de serviços que não são essenciais

27/04/2020 00h05
81
Por: Redação Fonte: Correia 24h
Coronavírus: prejuízo do comércio na Bahia pode chegar a R$ 108 milhões por dia

Um prejuízo de até R$ 108 milhões por dia. Essa é a estimativa das perdas diárias do comércio na Bahia, caso todos os estabelecimentos comerciais tenham que fechar as portas, de acordo com a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado (Fecomércio-BA), divulgada nesta terça-feira (17). 

Esse cálculo, feito pela entidade com base em dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), é com base em um cenário extremo - ou seja, se todo o varejo que não é essencial (tirando supermercados e farmácias) tiver que fechar as portas. Em Salvador, na segunda-feira (16), a prefeitura decretou o fechamento de escolas municipais e particulares, academias e cinemas por 15 dias. O governo do estado também determinou que escolas estaduais, teatros, museus e zoológicos sejam fechados por 30 dias nas cidades que já detectaram casos. 
 

Em todo o país, escolas, escritórios, museus e fábricas estão sendo fechados temporariamente. A tendência, para a Fecomércio, é de que apenas serviços essenciais continuem abertos, a exemplo de mercados e farmácias. 

“Os consumidores, no seu isolamento, estarão focados em preservar a sua saúde. Assim, mesmo algumas lojas abertas de produtos como roupas, eletroeletrônicos, por exemplo, tendem a ter uma redução drástica de demanda”, afirmou o consultor econômico Guilherme Dietze.

“Pode-se dizer, contudo, que é um prejuízo momentâneo, uma vez que haverá  postergação de compra de alguns serviços e produtos, mas como o período de restrição de circulação tende a ser relativamente longo, muitas das vendas serão perdidas. Infelizmente, não há como separar uma da outra”, completou o economista.

Para o presidente da Fecomércio-BA, Carlos de Souza Andrade, os empresários baianos vão passar por um “momento inédito e de muita incerteza”. Para ele, é importante reduzir custos fixos para amenizar os impactos negativos. 

“Espera-se também que os bancos públicos ofereçam crédito com condições vantajosas de taxas, prazos, documentação e carência, para que não haja um grande dano social com demissão em grande escala e empresas quebrando nos próximos meses”, disse. 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Paripiranga - BA
Atualizado às 01h39 - Fonte: Climatempo
22°
Muitas nuvens

Mín. 19° Máx. 31°

22° Sensação
10.4 km/h Vento
87.4% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (27/11)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 20° Máx. 31°

Sol com algumas nuvens
Sábado (28/11)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 20° Máx. 30°

Sol com algumas nuvens
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias